quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Tomando Umas e Falando Inglês

Bom, hoje eu vou falar de uma “festinha” que aconteceu aqui em casa ao acaso no último sábado.

Na verdade não foi uma “festinha”, foi só uma cervejada que eu e o Renato tomamos, mas a noite foi muita divertida, então eu não posso deixar de relatar para vocês.

Tudo começou ao acaso, o Renato comprou uma cervejinha e veio aqui para casa para a gente decidir o que fazer no sábado a noite, pois apesar das opções não serem muitas a gente tava querendo fazer algo diferente.

Colocamos nossa cerveja no freezer (imagem abaixo) e começamos a bater aquele papo alegre e descontraído. Geralmente nossas conversas giram em torno das conversas normais masculinas + melhorar a falar o tão terrível inglês. Foi nesse papo que esse meu amigo teve a “incrível” idéia de convidar minha ilustríssima roommate, a Valéria, para sentar com a gente lá e conversar, pois desta forma forçaria a gente a usar o inglês.


A Valéria é uma garota from Chile (uhauhauhaua, chilena) que está dividindo está casa com a gente. Ela tem 19 anos, é bem baixinha, magrinha, tem os dentes no lugar (não é aquela perfeição, mas está bom, ehehhe) e fala o inglês muito bem, além de falar espanhol (é claro). Ela é uma pessoa meio de lua, tem dias que está bem e tem dias que está uma arara, ai vocês imaginam né, eu não aguento ficar sem pegar no pé, ai essa casa aqui quase que vai para baixo. A gente até já conseguiu ter umas conversas sérias (em inglês, olha que chique, ehuahuhaa) onde ela falou para mim que realmente é muito estressada e tal. O grande fato que eu acho interessante é que ela sempre quer ser a melhor e gosta de dar uma de esperta que enche o saco, mas tudo bem, estamos aprendendo a lidar com isso.

Bom, o importante é que neste dia ela PARECIA estar bem e sentou lá com a gente e começamos aquele papo esperto.


Cerveja vai, a vergonha vai embora, o inglês vai melhorando e ela começa a dar uma de que é a boazona, ahhhhh, mas é claro que eu não vou deixar passar, na primeira bobeira que ela deu eu já convidei a galera para brindar a sua esperteza. E essa menina já começou a ficar brava comigo e um pegando no pé do outro e o Milton só fazendo vídeo e ficando doido com as nossas conversas, foi muiiiiitttoooo engraçado. Teve um momento que ela quase avançou em mim, mas contornei a situação e depois ela ficou de boa. Mas o bacana desta história não é nem a briga ou a Valéria ou outras coisas, o bacana de tudo é que eu descobri um excelente método de melhorar o inglês: brigando com a Valéria, não tem escola melhor, uahauhauhauaah, o inglês sai que é uma beleza. Então vai ai a dica, se você quer aprender inglês, brigue com alguém que fala inglês, é o melhor método, auhauhauhauha.

video

No mais esta noite foi só isso, ela quase me bateu, subiu resmungando e de bicão e eu e o Renato quase morremos de rir, tomamos todas e falamos inglês a noite toda, quer coisa melhor. Acho que só outro dia igual a este, uahuahuhaa, talvez final de semana que vem agora tem mais.


Depois conto para vocês.

Bom, é isto!!

Bjos e Abraços para os respectivos!!!

Nenhum comentário: