quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Perdido Again

Mais um dia em Wi Dells, típica cidade do interior dos EUA, onde a vida parece que não existe, ou se existe eu ainda não descobri.

Ontem foi meu day off, dia de folga em português, então tirei o dia para fazer aquilo que todo brasileiro mais gosta de fazer, a incrível arte de não fazer nada, ehhehehe. Levantei era umas 10 e pouca, estava super disposto, descansado, como disse tinha tirado o dia para não fazer nada, o que incluia sair por ai para conhecer os cantos da cidade, tirar umas fotos, coisas que eu não tinha feito ainda. Mas antes disso fui aqui no escritório do Subway, bem ao lado do dormitório no qual estou morando. Cheguei lá e minha boss estava lá, pedi para usar o computador pois precisava mandar uns emails, enquanto fazia isso, tentei puxar aquele papo agradável com ela, porém, o mulherzinha que não sabe falar, parece que engole as palavras. Não tive muito sucesso na conversa e resolvi ficar calado e fazer as coisas que precisava no computador.

Terminado de enviar meus emails e coisas do tipo no pc, voltei para o dormitório, afinal de contas, estava muiiiitttoooo cansado e resolvi tirar um cochilo, antes de sair. Feito isso, logo depois acordei com aquela disposição maravilhosa e fui dar minha volta sem destino pelas ruas de wisconsin dells. Como aqui tem duas ruas principais e eu já as conheço meio de cabo a rabo, resolvi entrar pelas ruinhas para conhecer o interior do interior da cidade, uahuahaua, coisas de Murilo, vcs sabem, ehhehe!!!

Para tentarem entender meu caminho, eu cheguei na rua principal da cidade e precisava virar a esquerda ou direita para caminhar por ela, mas como eu queria o interiorzão eu continuei reto entrando na rua secundária. Foi uma caminhada interessante, vi as típicas casas dos EUA, aquelas ruas cheias de folhas secas da mesma forma que vemos nos filmes, na verdade me senti num filme dos EUA, só estava faltando achar o protagonista correndo, atirando e matando as pessoas, hehehehe.

Brincadeiras a parte, vi alguns hotéis interessantes, motéis interessantes, ehhehe, SPA, casas abandonadas e pela primeira vez na minha vida eu vi um lago congelado, isso mesmo, um lago congelado. E eu, como não sou nem um pouco curioso, tive que fazer a conferência para ver se realmente o lago estava congelado né, afinal de contas, o primeiro lago congelado da minha vida, eu não poderia deixar passar. Foi ai que fui chegando perto, e ... coloquei meu primeiro pé no lago e de repente... tchan tchan tchan tchannn, BUMMMM, auhauuaauhau, vocês tão doidos né, posso ser mané mas nem tanto, tá louco que eu ia chegar perto daquela água, uahuahuauah, NUNNNCCAAA!!! Mas eu tinha que conferir se realmente aquele lago estava congelando, então pensei (sou muito esperto, lembram né): "Vou jogar uma pedra na superfície para ver se quebra, se ta muito congelado" e assim fiz, com muito custo achei umas pedras por ali e consegui jogar no lago para ver se quebrava e, Gente, vocês não tem noção do tamanho da emoção de ver uma pedra simplesmente deslizando por cima do lago, auhauahuaa. Quase chorei na hora, auhauhauhah. Tirei 8787648756394 fotos (uma foto das pedras em cima do lago abaixo - se clicarem em cima da foto ela fica no tamanho original), fiz um video tacando as pedras, aquela emoção toda, foi muito legal, ehuahuauahua.

Bom, mas voltando a minha caminhada. Um pouco antes de chegar no lago, quando eu estava caminhando na ruinha reta, chegou um momento em que ela terminou e eu tinha somente uma opção de virar a esquerda, então, o que fiz? Virei a esquerda claro. Pensei: "Viro a esquerda, depois pego a rua paralela a que estou e volto para a avenida principal!". E assim fiz, o problema é que andando por essa rua e andando e andando, eu percebi que não existia rua paralela bulhufas, mas mesmo assim resolvi continuar andando para ver onde dava, foi ai que passei pelo lago, fiz minhas peripécias por lá e continuei em frente. Porém, eu já havia caminhado muito tempo e não chegava nunca em lugar nenhum. Foi ai que avistei um americano e deixando a vergonha de lado foi tentar perguntar onde aquele caminho ia dar, e com muita luta e mimica, ele falou que não sabia também, apesar dele morar por ali =/. Conclusão, estava eu perdido AGAIN!!!

Voltei pelo mesmo caminho, grilado da vida, um frio danado, resolvi voltar para casa pois já eram quase 4 horas da tarde e dentro de poucos minutos reinaria a noite em Wi Dells. Go back to my dormitory.

Cheguei em casa e um pouco mais tarde eu queria ver meus emails, aqui no dormitório a internet não estava funcionando (agora está, EEEEEEE, \o/, imaginem a felicidade da criança =) e eu sabia que aqui perto, ali na rua mesmo, tinha conexão liberada, então, imaginem o que o vício faz, chamei meu roommate e fomos la pra fora, achamos o sinal bacana da internet e ficamos lá naquele frio de - 2, - 4 graus não sei, usando a internet, conferindo os emails, vendo o orkut, essas coisas, enquanto um segurava o pc o outro usava e digitava. Passava uns carros na rua, vinham devagar, olhando, acho que pensavam: "O que esse bando de maluco estão fazendo aqui na rua, num tempo desses e com um computador na mão, só podem ser louco mesmo, uahuauahua". E ficamos la naquele frio por uns 20 minutos. O bom de tudo é que para usar o touch screen do Note é necessário estar com os dedos descobertos, pense!!! Quase perdi os dedos da minha mão congelados de tão frio que estava. Mais uma vez, coisas de Murilo, só pode!!! ahuahuahua

Bom, pessoal, no mais é só isso!!!

See you, bye bye!!

Kiss

2 comentários:

Lukas disse...

Nao nao nao Murilo, so voce mesmo, quantas vezes mais vc vai se perder nessa cidade minuscula???kkkkk
tava olhando suas fotos, aproveita bem este lay out de agora ai, pq daqui a pouqinho vai ta tudo branco branco branco.... vc vai fazer uma guerrinha de neve aqui, um boneco la, um anjinho por ali, e no terceiro dia vc vai ta odiando a neve, chamando ela de mierda blanca hahahahahahaha
alias, vc nao encontrou nenhum latino ai? nao o da festa do ape, mais provavel os mexicanos hehehehe logo vc vai deparar com algum....
meu aproveita tudo que voce puder, o tempo nao volta e o momento de vc conhecer tudo ai é agora...
vc ja ganhou carona de algum desconhecido? isso vai acontecer quando tiver muita neve, vc como eu, tmb anda perambulando por ai a pé, quando nenhuma outra criatura alem de braileiros fazem isso ai nesse frio, entao, um carro vai parar do seu lado e a pessoa dira..."hey boy! do you need a ray?"
jogue suas maos pro ceu se vc ouvir essa frase hehehehehe vc esta prestes a ganhar uma carona de desconhecido, sem ser sequestrado, nem assaltado, nada dessas coisas, e ainda vai poder bater aquele papo que vc tanto gosta jhehehehehee
bom fico por aqui, a espera de novas noticias
bjs
Aline

Gabriel Ferreira disse...

Velho admite tu caiu no lago ehehehe Velho tu é doente
vai para a Neve ver orkut piereiii grande banana ehhehhe